Aprenda a controlar as emoções com a meditação

Devido a uma infinidade de tarefas que devemos desempenhar ao longo dia, se torna cada vez mais complicado arrumar algum tempo para relaxar. Os pensamentos estão a todo vapor e são mil ideias que pretendemos colocar em prática ao mesmo tempo. Mas esse estado de agitação pode ser muito prejudicial tanto para a saúde física como para a mental e espiritual. Especialmente no que se refere ao controle de nossas emoções.

“Ficamos tão imersos em nosso cotidiano que muitas vezes acabamos fazendo tudo no automático, sem prestar atenção no que estamos fazendo ou como estamos agindo. Todos precisam de um descanso de todo esse barulho, para observar a si mesmo e o mundo ao redor com mais clareza. Desta maneira, mindfulness vem para nos beneficiar, aponta Guida Graf, psicóloga e graduada como orientadora em Mindfulness pelo Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clinicas – Escola de Excelência da FMUSP.

A técnica mindfulness consiste em se concentrar no tempo presente, e vem ganhando adeptos no mundo todo por ser uma meditação fácil e que pode ser praticada em qualquer lugar. Estudos já mostraram que ela é capaz de aliviar o stress, agora, mais uma vantagem pode entrar para essa lista: o controle emocional. “A meditação formal é um processo diário, é importante fazer isso todos os dias. Pensamos 24h por dia seja no futuro, gerando uma ansiedade, ou no passado, gerando uma tristeza.

Com a técnica mindfulness conseguimos identificar qual a essência dos nossos pensamentos sem dar importância a eles apenas observando e deixando passar porque é isso que a mente faz ela pensa, assim como o coração bate, e o estômago digere. Mas se deixarmos os pensamentos passarem e colocando o foco na respiração do ar que entra e do ar que sai a nossa mente e o nosso corpo ficam mais tranquilos, explica Guida.

E a especialista ainda traz uma grande dica: é essencial que prestemos atenção em nossa respiração, utilizando-a como uma âncora: “Faça da respiração sua amiga, quando se sentir ansioso, respire. Ela tem o poder de te deixar mais centrado e você pode usar a meditação informal no seu dia a dia fazendo todas as tarefas com atenção plena e observar com curiosidade o que está acontecendo sem julgar, mas aceitando o que você sente não deixando que as emoções e os sentimentos te invadam com tanta força”, explica Guida.

Segundo Guida, encaixando a meditação no cotidiano e tornando isso uma tarefa diária, as pessoas aprendem a lidar com a vida pessoal, profissional e sentimental de uma forma muito mais tranquila e eficaz. “Os benefícios são diversos. Por exemplo, quando vier um pensamento triste ou ansioso, o processo auxilia a controlar sua respiração para acalmar mente e corpo e faz com que a mente acabe trabalhando a favor e não contra você.

Inscreva-se

Nossos colunistas

459 POSTS

Colunas

Cinco dicas para reter massa muscular durante a menopausa

A menopausa é um período marcado por mudanças hormonais...

Vida sexual na terceira idade ainda gera dúvidas nos homens

A chegada da terceira idade é uma fase repleta...

O que comer para ganhar massa muscular? Especialista esclarece!

Um plano alimentar balanceado, rico em proteínas, carboidratos e...

Artigos populares

Helô Pinheiro e Bruna Lombardi compartilham inspirações para viagens na maturidade

As musas da música e da teledramaturgia marcaram presença...

Empreendedorismo depois dos 60 

Fórum de Turismo 60+ trouxe empresários renomados do setor...

Escondidinho brasileiro é escolhido como o melhor prato assado do mundo

Eleito pela Tastealtas, a receita desbancou a famosa parmegiana...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui