Veranópolis recebe título de Cidade Amiga do Idoso da OMS

O município de Veranópolis, no Rio Grande do Sul,  é a primeira cidade brasileira a receber o título de Cidade Amiga do Idoso, concedido pela Organização Mundial de Saúde (OMS). A CPFL Energia, maior grupo privado do setor elétrico brasileiro, apoiou o projeto que habilitou a cidade a conquistar o título. A iniciativa, encaminhada e aprovada pela OMS, contempla um amplo diagnóstico sobre a população idosa de Veranópolis e a proposição de um plano com ações voltadas para a promoção do bem-estar e melhoria da qualidade de vida.

Ao receber este título, Veranópolis, que já é reconhecida como a capital nacional da longevidade, passa a integrar uma rede global de Cidades Amigas dos Idosos, composta por 380 cidades em 37 países das Américas, Europa, Ásia e Oceania. Isso possibilitará que o município compartilhe e troque experiências sobre o tema, participe de fóruns globais de discussão e obtenha suporte técnico da OMS para o desenvolvimento dos seus projetos voltados ao envelhecimento ativo.

“Ao integrar essa rede global, Veranópolis amplia as possibilidades de linhas de financiamento interno e externo para o desenvolvimento de projetos voltados ao envelhecimento populacional, assim como aumenta a sua capacidade de atrair novos investimentos”, diz o diretor de Sustentabilidade da CPFL Energia, Rodolfo Sirol. O projeto, desenvolvido pelo Conselho Municipal do Idoso de Veranópolis, contou com apoio de uma comissão técnica e da Prefeitura Municipal, sendo coordenado do Centro Internacional de Longevidade Brasil.

O caminho para se tornar uma cidade mais amiga do idoso — e, desta maneira, de todas as idades — começou a ser trilhado em julho do ano passado, quando a Prefeitura de Veranópolis encaminhou à OMS uma carta-compromisso com o plano de ações oriundo do diagnóstico da população idosa da cidade. Após a análise do projeto pela metodologia da OMS, o título de Cidade Amiga do Idoso foi concedido no final de 2016.

O programa Cidades Amigas do Idoso, da OMS, é um trabalho contínuo de avaliações e aprimoramento, especialmente ligado às ações do poder público, que se divide em ciclos de 3 a 5 anos. Cada um dos ciclos é subdividido em quatro fases. A primeira delas foi a do planejamento. A segunda foi a elaboração de um plano de ação. A partir do reconhecimento, iniciam as outras duas fases: implementação do plano e monitoramento de seu resultado; e a análise dos benefícios proporcionados à população.

 

A CPFL Energia apoia o projeto por entender que Veranópolis, pelo histórico ligado à valorização do idoso, tem um ambiente propício ao envelhecimento ativo. Desde 2014, o Grupo destinou R$ 611 mil na iniciativa, cujos recursos foram usados para financiar as pesquisas com a população que serviram para a elaboração do diagnóstico da situação e do plano de ação das políticas públicas da cidade.

 

Inscreva-se

Nossos colunistas

456 POSTS

Colunas

Cinco dicas para reter massa muscular durante a menopausa

A menopausa é um período marcado por mudanças hormonais...

Vida sexual na terceira idade ainda gera dúvidas nos homens

A chegada da terceira idade é uma fase repleta...

O que comer para ganhar massa muscular? Especialista esclarece!

Um plano alimentar balanceado, rico em proteínas, carboidratos e...

Artigos populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui