Festival de Dança comemora 40 edições e movimenta o turismo em Joinville

Começou dia 17 último, o Festival de Dança de Joinville, um dos eventos mais icônicos da cidade catarinense.

Considerado o maior do gênero no mundo pelo Guiness Book, o evento deste ano recebe 13 mil bailarinos vindos de 25 dos 27 estados brasileiros, além de convidados países como França e Paraguai, sendo responsável pelo incremento econômico nos segmentos de turismo, hotelaria, gastronomia e no varejo local. 

“O evento gera impactos positivos em toda a cadeia turística, desde a rede hoteleira, que historicamente tem sua maior ocupação do ano durante o evento, até setor de transporte, alimentação e comércio em geral, além de trazer incremento às empresas e profissionais responsáveis pela montagem e operacionalização”, afirma Giuliano de Mello, presidente do Joinville e Região Convention & Visitors Bureau. 

A ocupação do setor hoteleiro chega a quase 100% durante as duas semanas de realização do evento, de acordo com dados do Sindicato Patronal de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Joinville/SC e Região – VivaBem. “A expectativa é ter a cidade lotada durante todo o período, com movimentação nos hotéis, restaurantes, bares, casas noturnas e comércio”, adianta Ana Luiza Moeller Wetzel, presidente do sindicato. Já os segmentos de gastronomia e eventos preveem aumento de 15% no faturamento até o final do mês. “O impacto na economia não é só na região central, mas em toda a cidade. Para suprir o aumento da demanda, os restaurantes acabam contratando garçons freelancers e os hotéis, camareiras extras. Isso vale também para os motoristas de aplicativos e trabalhadores de segmentos como limpeza e segurança”, detalha Guilherme Kulkamp, coordenador da Câmara Setorial de Gastronomia e Eventos da CDL Joinville. 

Criado em 1983 pelo professor de balé Carlos Tafur e pela artista plástica Albertina Tuma, o Festival de Dança foi responsável por consolidar a cidade catarinense no mapa mundial das artes, trazendo visibilidade, emprego, renda e um legado inestimável a Joinville. Realizado pelo Instituto Festival de Dança de Joinville e pelo Ministério da Cultura, é o maior evento do mundo em número de participantes, reunindo milhares de bailarinos anualmente no destino catarinense. 
 
“O evento completa quatro décadas com muita vitalidade: crescendo na quantidade de pessoas envolvidas e de atividades realizadas em um calendário que se estende ao longo do ano”, comemora Ely Diniz, presidente do Instituto Festival de Dança, entidade responsável por profissionalizar o evento e com participação direta na inauguração do Saltare Centro de Dança.

 A Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, única do gênero em operação fora da Rússia, também reforçou o posicionamento de Joinville como Capital Nacional da Dança, título obtido em 2016. Juntos, Festival e escola têm realizado parcerias que promovem e valorizam a dança brasileira, como a bolsa talentos, a co-produção de um espetáculo coreografado pela Vertigo Dance Company, de Israel, e a apresentação da Companhia Jovem do Bolshoi na Noite de Gala. 

A importância do evento é tanta que há até uma agência especializada no atendimento às demandas dos profissionais e de seus acompanhantes. A Bailarinos pelo Mundo, agência oficial do Festival de Dança de Joinville, registrou aumento de 54,8% nos serviços prestados neste ano e confirma a realização da primeira edição do Festival de Dança de Joinville a Bordo, no Costa Favolosa, com embarque em Santos (SP). 

A partir de 6 de janeiro de 2024, bailarinos com coreografias inscritas nos gêneros Balé Clássico de repertório, Balé Neoclássico, Dança Contemporânea, Danças Populares Brasileiras, Danças Populares Internacionais, Danças Urbanas, Jazz e Sapateado, com subgêneros Solo, Duo, Variações, Pas de Deux, Grand Pas de Deux e Conjunto se apresentarão a bordo do navio que sai do porto paulista e passa por Itajaí (SC), Montevidéu (Uruguai) e Buenos Aires (Argentina). 

Serviço 
40º Festival de Dança de Joinville:

Até 29 de julho de 2023 

A Mostra Competitiva acontece de 18 a 27 de julho com 226 coreografias de oito gêneros – Balé Clássico de Repertório, Balé Neoclássico, Jazz, Danças Populares Internacionais, Danças Populares Brasileiras, Dança Contemporânea, Danças Urbanas e Sapateado. As duas últimas noites (28 e 29 de julho) reúnem as melhores coreografias da 40ª edição entre os diversos gêneros, com apresentações das companhias que conquistaram os primeiros lugares nas categorias Júnior e Sênior durante a Mostra.   Realização: Instituto Festival de Dança de Joinville e Ministério da Cultura – Governo FederalPromoção: Prefeitura Municipal de Joinville – Secretaria de Cultura e Turismo

Mais informações: https://festivaldedancadejoinville.com.br.


Crédito foto: Nilson Bastian

Inscreva-se

Nossos colunistas

456 POSTS

Colunas

Conheça dicas fáceis para uma rotina de hábitos mais saudáveis

Comece 2024 cuidando do seu bem-estar sem sair de...

Que tal começar o ano com hábitos saudáveis?

Dra. Mariela Silveira, diretora médica do Kurotel, fala sobre...

Descubra os poderes do Cranberry para saúde

Neste momento, uma imensa luta está se travando por...

Artigos populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui