Avanços no Programa de Acompanhante de Idosos em São Paulo

Programa municipal reúne idosos do programa para promover interação e o combate à violência

Neste ano, as unidades do centro de São Paulo, administradas pela Associação Filantrópica Nova Esperança (AFNE), destacam-se pelos avanços significativos do Programa de Acompanhante de Idosos (PAI), que tem proporcionado suporte e cuidados essenciais para os idosos cadastrados.

O PAI é um programa desenvolvido pela Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo, com o objetivo de oferecer assistência integral aos idosos em situação de alta vulnerabilidade nas tarefas do dia a dia, promovendo sua saúde, independência e prevenindo situações de vulnerabilidade e violência. Para fazer parte do programa, o idoso precisa estar cadastrado na unidade básica de saúde mais próxima de sua residência, onde passará por uma avaliação e caso elegível, será encaminhado para o PAI.

Todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) realizam uma abordagem avançada e mantém o compromisso com a qualidade de vida dos usuários. O destaque vai para a excelência na adesão e execução do instrumento denominado “Avaliação Multidimensional da Pessoa Idosa na Atenção Básica – AMPI-AB”, uma avaliação multidimensional, realizada pelas equipes das UBSs, que busca detectar o grau de necessidade de cada idoso, conforme determinado pela Área Técnica da Saúde da Pessoa Idosa, da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de São Paulo.

Para a classificação são realizadas 17 perguntas específicas sobre o idoso, permitindo encaixá-lo em três níveis: saudável, pré-frágil e frágil. Essa classificação permite a organização do atendimento na rede e a elaboração de Planos de Cuidados para cada pessoa. 

Além disso, todos os equipamentos de saúde da rede municipal de saúde contam com Núcleos de Prevenção à Violência (NPVs), com equipes multiprofissionais que atendem também as pessoas idosas. O NPV é composto por profissionais da unidade e é responsável pela organização do atendimento e articulação das ações de promoção e prevenção a serem desencadeadas para a superação da violência e transformação cultural. Os profissionais do PAI também fazem parte do NPV para garantir a prevenção, atendimento, vigilância e encaminhamento da pessoa idosa em situação de violência.

O desempenho do Programa de Acompanhamento de Idosos na região central representa um avanço significativo no cuidado e no apoio aos idosos em situação de alta vulnerabilidade, além de ser uma importante ferramenta na prevenção da agressão contra essa população vulnerável. Ao celebrar o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, é essencial ressaltar a importância de promover uma sociedade mais justa e inclusiva, na qual os idosos sejam respeitados e tenham seus direitos garantidos.

Saiba mais sobre a Associação Filantrópica Nova Esperança (AFNE)

Entidade filantrópica fundada em 2003, detentora de título de utilidade pública e CEBAS, com foco em promover e desenvolver gestão de saúde. Em São Paulo, a AFNE é responsável pelo gerenciamento e execução de serviços de saúde em unidades da Supervisão Técnica da Santa Cecília e na Sé, além do Hospital Municipal Santa Dulce dos Pobres, na Bela Vista, a partir de contrato firmado com a Prefeitura do Município de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Saúde. Acesse www.afne.org.br 

Inscreva-se

Nossos colunistas

460 POSTS

Colunas

Artigos populares

Pousada Encantos de Socorro se prepara para o Festival de Inverno e Festas de Agosto

A Pousada Encantos de Socorro, localizada na Estância Hidromineral de Socorro,...

Seja jurado internacional de vinho por um dia

Ser jurado internacional de vinhos é uma experiência única...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui