Exercícios físicos podem elevar em 5 anos expectativa de vida de idosos

54
Foto: Shutterstock

Os benefícios que a prática de exercícios traz são inúmeros e amplamente divulgados, o que ainda nem todos estão cientes é sobre as conquistas das pessoas que passam a se exercitar na terceira idade. As melhoras são significativas em vários aspectos como o observado no sistema cardiorrespiratório, onde o coração e os pulmões passam a funcionar melhor, nos músculos que ficam mais resistentes e alongados e ossos que ficam mais fortes, fora o aumento da imunidade.

Pesquisas da Universidade de Oslo concluíram que se exercitar pode aumentar em até cinco anos a expectativa de vida de um idoso, e pode ser considerado tão eficiente quanto parar de fumar. O estudo foi publicado no British Journal of Sports Medicine, onde pesquisadores acompanharam 5.700 noruegueses, com idades entre 68 e 77 anos, durante 12 anos, concluindo que os idosos que praticavam ao menos três horas de atividades físicas por semana viveram cerca de cinco anos a mais do que os sedentários.

A OMS (Organização Mundial de Saúde) recomenda a pratica de 150 minutos semanais de exercícios físicos para os indivíduos saírem do sedentarismo e 300 minutos semanais para mudança de composição corporal.

Segundo a educadora física Maria Antonia Palumbo, as escolhas dos exercícios devem ser feitas de forma pessoal, individualizada e de acordo com a faixa etária. “Devemos usar o bom senso e avaliar o passado do indivíduo em relação à atividade física. Se o idoso foi um atleta, sempre treinou, não tem por que tirá-lo de uma corrida, mas se considerarmos pessoas que nunca se exercitaram, devemos indicar atividades mais seguras, que não exijam tanto preparo e coordenação, como a musculação e o alongamento. Se for um indivíduo com lesão articular, podemos indicar exercícios na água. Mas para o treino ficar completo, o idoso deve fazer a atividade aeróbia, de força e alongamentos”, explica.

As atividades físicas além de controlar a produção dos hormônios, ajudam na prevenção de doenças como dislipidemias, câncer e também no controle do peso corporal. Mais do que isto, proporcionam uma vida com maior mobilidade e independência. “Devemos lembrar que todo e qualquer movimento corporal do dia a dia já é benéfico para não deixar nosso corpo sedentário”, destaca.

A dica é que podemos transformar estas atividades em exercícios. “Por exemplo, se você trabalha em um local com escadas, suba e desça várias vezes. Se você vai de ônibus para o trabalho, desça um ponto antes ou um depois e assim por diante. Tente manter as atividades de casa como regar plantas, varrer a casa, passear com cachorro, desde que seja prazeroso. Tudo isso ajuda no combate ao sedentarismo”, argumenta a profissional.

Cenário brasileiro
Segundo o Ministério da Saúde, 48,7% da população brasileira acima de 18 anos não são suficientemente ativos. A meta é reduzir esse percentual para 10% até 2025. Segundo a OMS, 3,2 milhões de mortes são atribuídas todos os anos à atividade física insuficiente.

O sedentarismo é o quarto maior fator de risco de mortalidade global e está ligado a doenças crônicas como câncer, hipertensão, diabetes e obesidade. Especificamente, ele é responsável por 21% dos casos de tumores malignos na mama e no cólon, assim como 27% dos registros de diabetes e 30% das doenças cardíacas.

Inscreva-se

Nossos colunistas

456 POSTS

Colunas

Conheça dicas fáceis para uma rotina de hábitos mais saudáveis

Comece 2024 cuidando do seu bem-estar sem sair de...

Que tal começar o ano com hábitos saudáveis?

Dra. Mariela Silveira, diretora médica do Kurotel, fala sobre...

Descubra os poderes do Cranberry para saúde

Neste momento, uma imensa luta está se travando por...

Artigos populares

Jurema Águas Quentes terá atividades monitoradas durante a Páscoa

O destino contará com celebração da missa de Páscoa Jurema...

Bariloche prepara maior barra de chocolate do mundo para a Páscoa

A tradicional Festa Nacional do Chocolate será o principal...

Japan House São Paulo destaca atividades sobre o universo do chá japonês

Durante a segunda quinzena de fevereiro, a Japan House São...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui