Livro traz descobertas revolucionárias da ciência no campo do envelhecimento

Valter Longo, reconhecido como o guru da longevidade, mostra os caminhos para viver mais e melhor, além de formas de reduzir fatores de risco de diversas doenças.

“Somos o que comemos”. Esta expressão bastante conhecida, não significa apenas que não deveríamos comer muitas coisas prejudiciais, mas também indica que mesmo alimentos aparentemente saudáveis podem ser prejudiciais se associados de forma errada. É o que mostra o livro A Dieta da Longevidade, lançamento da Editora Cultrix, do bioquímico italiano Valter Longo, especialista no tema.  A obra promete revolucionar tudo que conhecemos sobre alimentação, prevenção, combate a doenças e envelhecimento saudável.

Na obra, o autor reconhecido internacionalmente por suas pesquisas sobre longevidade e uma das maiores autoridades mundial sobre o assunto, traz os resultados de mais de uma década de pesquisas – segundo ele, o livro é um resumo de sua “viagem” de cerca de 30 anos pelos segredos da longevidade – e detalha uma descoberta científica revolucionária que indica a alimentação como o principal pilar para prevenir e tratar doenças no século XXI.

Por meio de um texto de fácil compreensão, Longo condensa todas as suas pesquisas e explica: como diminuir a gordura abdominal, regenerar e rejuvenescer nosso corpo reprogramando as células, reduzir os fatores de risco de diversas doenças, além de apresentar os cinco pontos da dieta da longevidade: pesquisa de base sobre a longevidade, epidemiologia, estudos clínicos, estudos dos centenários e estudo dos sistemas complexos.

“ Na realidade, a “magia” não está na dieta da longevidade nem na dieta que imita o jejum (DMD – Dieta Mima-Digiuno), e sim no corpo humano, com sua extraordinária capacidade de se reparar e se regenerar. Basta entender como ativar seus mecanismos, na maioria dos casos, permanecem desligados” – Valter Longo, Ph. D. em neurobiologia

Eleito pela revista Time como uma 50 das pessoas mais influentes na área da saúde, Valter Longo destaca e explica em A Dieta da Longevidade que ao imitar o jejum dando ao corpo as calorias necessárias apenas para que ele funcione, o organismo passa a diminuir todas as atividades, até o momento em que as células danificadas “se matam”, sobrando apenas as boas. Dr. Longo define o ciclo como “consumo de lixo celular” a fim de desencadear a regeneração restauradora do corpo.

Simples de ser adotada, a dieta deve se aliar a prática antiga e comum em todas as culturas e esquecida por nossa sociedade: a dieta que imita o jejum, de modo “direcionado” e calibrado de acordo com as exigências da vida moderna. Uma dieta composta por duas ou três refeições ao dia, feitas ao longo de doze horas, e vários jejuns ao longo do ano, seguida de outros conselhos e receitas, que farão o leitor manter seu corpo saudável ou recuperá-lo de estados doentios.

Serviço:

Livro: A Dieta da Longevidade

Autor: Dr. Valer Longo, Ph. D.

Editora: Cultrix

Páginas: 304

Preço: R$ 64,90

Disponível para venda em: https://www.grupopensamento.com.br/produto/a-dieta-da-longevidade-9161

Inscreva-se

Nossos colunistas

456 POSTS

Colunas

Cinco dicas para reter massa muscular durante a menopausa

A menopausa é um período marcado por mudanças hormonais...

Vida sexual na terceira idade ainda gera dúvidas nos homens

A chegada da terceira idade é uma fase repleta...

O que comer para ganhar massa muscular? Especialista esclarece!

Um plano alimentar balanceado, rico em proteínas, carboidratos e...

Artigos populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui