SP amplia público e prorroga vacinação contra a gripe

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo decidiu prorrogar a campanha de vacinação contra a gripe até o próximo dia 23 de junho. A partir desta segunda-feira, 12 de junho, também poderão ser vacinadas as pessoas com idade entre 55 e 59 anos, além dos grupos prioritários e específicos definidos na campanha de 2017. Balanço preliminar da pasta, baseado nos dados informados pelos municípios paulistas, aponta que o Estado vacinou 10,04 milhões de pessoas.

A pasta mantém o alerta para que gestantes compareçam aos postos de vacinação, pois a cobertura vacinal desse grupo atingiu apenas 56% até o momento. Foram aplicadas 262.654 doses. O segundo grupo com menor cobertura é de crianças, com apenas 58,8% do público imunizado, um total de 1.493.507 doses aplicadas. A pasta alerta para os pais ou responsáveis levarem as crianças aos postos de vacinação. A cobertura vacinal dos demais grupos está próxima da meta. Entre as puérperas (mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias), a cobertura é de 85%; em idosos, de 86,8%.

O objetivo da campanha é imunizar bebês a partir dos seis meses e crianças menores de cinco anos de idade, idosos a partir dos 60 anos, gestantes, puérperas, indígenas, profissionais de saúde que trabalham em serviços públicos e privados, professores das redes pública e privada, além dos grupos específicos contemplados com as ampliações definidas pelo Governo do Estado na campanha de 2017.

Neste ano, a vacina está disponível também para policiais civis e militares, bombeiros e profissionais que atuam na Defesa Civil, Correios, Poupatempo, Ministério Público Estadual (MPE), Procuradoria Geral do Estado (PGE) e Defensoria Pública. O Instituto Butantan, unidade ligada à Secretaria da Saúde e responsável pela produção da vacina, disponibilizou 600 mil doses extras para vacinação desses novos grupos, que atuam diretamente em contato com a população.

“A ampliação para este novo público foi definida devido à maior probabilidade de desenvolvimento de doenças crônicas em pessoas nessa faixa etária. A vacina continua disponível para todos que se enquadram nos grupos previstos na campanha e nosso alerta principal é para  amado especial para os pais ou responsáveis levarem as crianças aos postos, pois esse grupo ainda apresenta a menor cobertura”, afirma Helena Sato, diretora de Imunização da Secretaria.

Além de imunizar a população contra a gripe A H1N1, tipo que se disseminou pelo mundo na pandemia de 2009, as doses protegem a população contra os vírus A/Hong Kong (H3N2) e B/Brisbane. A vacina foi produzida pelo Instituto Butantan, órgão ligado à pasta, através de um processo de transferência de tecnologia.

Inscreva-se

Nossos colunistas

456 POSTS

Colunas

Conheça dicas fáceis para uma rotina de hábitos mais saudáveis

Comece 2024 cuidando do seu bem-estar sem sair de...

Que tal começar o ano com hábitos saudáveis?

Dra. Mariela Silveira, diretora médica do Kurotel, fala sobre...

Descubra os poderes do Cranberry para saúde

Neste momento, uma imensa luta está se travando por...

Artigos populares

Jurema Águas Quentes terá atividades monitoradas durante a Páscoa

O destino contará com celebração da missa de Páscoa Jurema...

Bariloche prepara maior barra de chocolate do mundo para a Páscoa

A tradicional Festa Nacional do Chocolate será o principal...

Japan House São Paulo destaca atividades sobre o universo do chá japonês

Durante a segunda quinzena de fevereiro, a Japan House São...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui