Turismo com pets: como se planejar para viajar com os animais de estimação?

Agência de turismo dá dicas de destinos e de como se preparar para que tudo corra bem ao passear com os bichinhos

Se você é pai ou mãe de pet, sabe o quão difícil é ter que se separar deles, mesmo que seja por um curto período de tempo. No que tange às viagens, a companhia dos animais de estimação deixou de ser uma tendência nos últimos anos para se tornar uma realidade: pesquisa realizada pelo site Booking.com mostrou que quase metade (46%) dos viajantes brasileiros escolhem seu destino de férias baseados no quão pet friendly ele é.

A boa notícia é que o setor de turismo tem buscado acompanhar essa demanda dos viajantes, que não querem deixar de lado os seus parceiros de outra espécie e buscam por destinos capazes de recebê-los tão bem quanto seus donos.

Da mesma forma que com as crianças, contudo, viajar com os pets exige um bom planejamento e alguns cuidados essenciais para garantir o bem-estar dos animais durante o passeio. Pensando nisso, a Turismo DKlassen – agência curitibana com mais de 40 anos de experiência no mercado – separou algumas dicas que podem ajudar a evitar imprevistos e tornar as aventuras com os pets inesquecíveis.
 

Turistas de quatro patas: mais que uma tendência

Na medida em que tem exercido um grande peso na tomada de decisão dos viajantes, o conceito de pet friendly no turismo tem ganhado cada vez mais espaço em território nacional, inclusive com a adoção de selos que indicam os estabelecimentos que aceitam e estão preparados para receber os animais em alguns destinos, como é o caso de Fortaleza (CE) e Rio de Janeiro (RJ).

Segundo a DKlassen, no contexto internacional, esse movimento já aparece ainda mais desenvolvido, como em muitos países da Europa, nos quais os animais de estimação possuem boa aceitação no que tange à hospedagem e podem circular livremente na grande maioria dos pontos turísticos e estabelecimentos diversos, como restaurantes, por exemplo.

Destino, hospedagem e roteiro de atividades

Independentemente se o destino é dentro ou fora do Brasil, o primeiro passo antes de viajar com os bichinhos é realizar uma pesquisa prévia sobre o local a ser visitado, de modo a verificar se é, de fato, amigável e, mais do que isso, se apresenta boas opções de acomodação e de atividades para realizar em conjunto com os pets.


Isso porque ainda existem muitos locais que apenas toleram a presença dos bichinhos, mas não possuem a estrutura e opções de atividades que contemplem as suas necessidades. Dependendo do porte do animal, também é preciso ficar de olho nas taxas cobradas pelos hotéis, por exemplo.


Além dos destinos já citados, cidades como Brotas, Campos do Jordão e a própria capital paulista são ótimas opções para passear com os pets, a primeira sendo conhecida pelo seu ecoturismo, com opções de trilhas e cachoeiras para os animais e seus tutores. No Sul, Gramado (RS) e Florianópolis (SC) são outras duas alternativas repletas de opções de atividades ao ar livre.
 

Documentação em dia!

Assim como nós humanos, os bichinhos também precisam estar com os documentos em dia para conseguirem viajar. Dentro do nosso país, são necessários: a Carteira de Vacinação do animal atualizada, que comprove a vacina contra a raiva, e o Atestado de Sanidade Animal, que é emitido por um veterinário. Já para viagens ao exterior, cada país determina suas próprias regras, mas são dois os documentos mais usuais: o CVI (Certificado Veterinário Internacional) e o Passaporte para Trânsito de Cães e Gatos.

Atenção, pais de pets! Austrália e Nova Zelândia são dois países que não aceitam cães e gatos oriundos do Brasil. Isso porque essas localidades possuem rígidas regras sanitárias que restringem o acesso de pets de países nos quais o vírus da raiva ainda não foi erradicado.

Microchip

Outra dica importante é garantir que o animal tenha um chip instalado e ativo. Além de trazer maior segurança, ele pode ser essencial nos casos em que o animal se perca durante o transporte ou no local de destino, facilitando a sua identificação para que sejam devolvidos aos seus tutores.
 

Transporte

No caso do transporte individual, o ideal para transportar os pets é ter uma caixinha específica que acomode bem o animal. Viajar com ele solto no carro, além de ser uma infração de trânsito, também pode colocá-lo em risco em caso de acidentes. A depender da duração do percurso, realizar paradas é essencial para que o bichinho não fique agitado ou ansioso e possa fazer suas necessidades.

Já para viagens de ônibus e avião, de modo geral, existem duas opções de transporte para viajar com seu pet: ir com você ou um responsável no mesmo vôo/ônibus, na cabine ou no porão. Em ambos os casos, a caixa de transporte é item obrigatório, sendo proibido que o animal viaje solto.

Cada companhia aérea possui suas próprias especificações e, por isso, é importante consultar tais regras antes da compra das passagens. A aceitação ou não, bem como os valores, podem variar dependendo de diversos fatores, como o tamanho do animal, se o trecho é nacional ou internacional, se o animal vai na cabine ou não etc.

Viaje sem preocupações

São muitos pontos para serem pensados, certo? De fato, a pré-viagem é a parte mais trabalhosa e, por mais que nos dias de hoje dispomos de diversos recursos, planejar uma viagem por conta própria pode tornar o que deveria ser uma experiência prazerosa e relaxante com os bichinhos em um verdadeiro pesadelo.

A escolha do destino certo, o roteiro de atividades, o câmbio (no caso de viagens internacionais), a reserva e a compra de passagens, bem como a hospedagem adequada para você e seus companheiros: todos esses serviços são garantidos com a expertise e a consultoria de empresas como a DKlassen e podem ser uma mão na roda para que a sua única preocupação seja aproveitar ao máximo o passeio com os amados pets.

SOBRE A TURISMO DKLASSEN

Fundada em 1977, a DKlassen é uma agência curitibana referência no setor de turismo que construiu uma trajetória de crescimento pautada no comprometimento com a satisfação de seus clientes. Além de proporcionar momentos inesquecíveis no lazer, a agência é especializada em atendimento corporativo e conta com uma equipe, estrutura física e tecnológica para atender, com segurança e conforto, empresas dos mais variados segmentos no que tange às viagens de negócios. Hotéis, passagens aéreas (e rodoviárias), pacotes turísticos, cruzeiros marítimos, locação de veículos, pacotes de lua-de-mel, seguros de viagem e câmbio: com um rol variado de serviços, a agência se consolidou como a mais completa do sul do Brasil ao longo dos seus mais de 40 anos de história.


Acompanhe a DKlassen:
Site | Instagram | Facebook | Linkedin

Inscreva-se

Nossos colunistas

460 POSTS

Colunas

Artigos populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui