59,9% dos idosos querem viajar pelo Brasil nos próximos meses

 

Maioria dos idosos querem viajar pelo Brasil. Foto David Rego Jr.
Maioria dos idosos querem viajar pelo Brasil. Foto David Rego Jr.

A população idosa no Brasil está crescendo. Segundo relatório do Banco Mundial, em 2050 a estimativa é que 65 milhões de brasileiros tenham mais de 60 anos. Além de viver mais, os brasileiros estão vivendo melhor, com mais qualidade de vida e querendo conhecer cada vez mais os destinos turísticos brasileiros. Na semana que se celebra o Dia do Idoso – 01 de outubro – o Ministério do Turismo apresenta um perfil sobre o viajante acima de 60 anos e acaba de lançar a cartilha Dicas para atender bem turistas idosos.

Segundo o estudo Sondagem do Consumidor – Intenção de Viagem, do Ministério do Turismo, nos próximos seis meses, 25,4% dos brasileiros na faixa etária acima de 60 anos pretendem viajar. Deste total, a maioria (59,9%) informou que deverá optar por destinos domésticos. Na hora de fazer turismo, os viajantes com mais de 60 anos têm optado por fazer o passeio acompanhados (84%) e apenas 15% disseram que deverão fazer a próxima viagem sozinhos.

Ainda de acordo com o levantamento da Pasta, o avião continua sendo o principal meio de locomoção (76,3%), seguido de automóvel (16,8%) e ônibus (6,2%). Hotéis e pousadas (64,8%) são os meios de hospedagem favoritos, seguido da casa de parentes e amigos (27%).

O ministro interino do Turismo, Alberto Alves, reforça para a importância de estar atento a este público. “É uma parcela importante da sociedade brasileira que quer viajar cada vez mais e precisa encontrar uma estrutura de turismo atenta às suas necessidades. Para isso, o Ministério do Turismo acaba de lançar um guia voltado para melhorar a qualidade dos produtos e serviços turísticos oferecidos aos viajantes com mais de 60 anos ”, disse.

GUIA – Lançado na última quarta-feira (28) na 44ª edição da ABAV Expo Internacional de Turismo, em São Paulo, a cartilha Dicas para atender bem turistas idosos traz importantes dicas de como o setor turístico pode se adaptar as demandas deste perfil de viajante. A publicação feira em parceria com o Ministério da Justiça e Cidadania e o Conselho Nacional dos Direitos do Idoso teve a impressão de 19 mil exemplares que serão encaminhados para as secretarias estaduais de Turismo.

De acordo com o guia, o tratamento oferecido pelos prestadores de serviço deve ser amável, respeitoso e compreensivo para que estes viajantes sintam-se confortáveis durante a experiência turística. Além disso, os profissionais também devem estar atentos às necessidades especiais de cada viajante para oferecer o auxílio adequado durante as atividades turísticas.

O desenvolvimento da infraestrutura necessária para atender os turistas idosos também é descrito na cartilha. A adequação dos meios de hospedagem, restaurantes e atrações turísticas para este público abrange a sinalização com cores fortes, a implantação de barras horizontais para apoio em banheiros e a instalação de rampas e elevadores como alternativas às escadas do local.

Para atingir a acessibilidade ideal nos empreendimentos turísticos a este público, a cartilha retrata os pisos antiderrapantes, as vagas reservadas nos estacionamentos, os assentos e filas preferenciais como recursos fundamentais. A descrição completa dos itens de acessibilidade que devem compor a infraestrutura dos empreendimentos turísticos está presente na NBR 9050/2015, desenvolvida pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Da Redação

Inscreva-se

Nossos colunistas

459 POSTS

Colunas

Cardápio adequado para quem tem restrições alimentares

Criada há mais de 10 anos pelo Instituto Jô...

Pinhão: entenda os benefícios para saúde e bem-estar

O pinhão, obtido a partir da semente da araucária,...

É possível manter o peso perdido? Endocrinologista comenta

As estatísticas ditam contra: 80% das pessoas que perdem...

Cinco dicas para reter massa muscular durante a menopausa

A menopausa é um período marcado por mudanças hormonais...

Artigos populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui