Ela mudou! Conheça a mulher do século XXI

Ela mudou! Conheça a mulher do século XXI
0f01076a-b5fe-4ca0-95cc-a1a08ae0498b
Se para você, ela é uma mulher que só pensa em trabalho, se preocupa mais com a carreira do que com a família, tem como principal objetivo a ascensão e busca pelo poder aquisitivo, é altamente centrada na reputação social e traça como objetivo o ‘Ter’; sinto em lhe desapontar, mas você está atrasado em um século.

Sim, estes eram os valores do final do século XX, quando a mulher passou a lutar por liberdade, direitos iguais e este movimento começou a ganhar força na sociedade para que ‘Elas’ tivessem o direito de ocupar posições de destaque em todos os setores; passando a cargos de chefia, sustento da família e carreira acadêmica. Foi um importante momento de revolução, o qual permitiu que a mulher passasse a ter voz e cidadania.

Hoje, a mulher já provou do que é capaz, sabe que desempenha qualquer tarefa com maestria. Estudou, trabalhou e conquistou até mesmo as mais altas posições do país.

A mulher do século XXI se encontrou de tal forma que agora tem liberdade de fazer o que quiser, seguindo às suas mais variadas escolhas – ser isso, aquilo ou aquilo outro.
Ela ambiciona ser livre. Decidiu que pode escolher o ‘Ter’ ou pode largar “tudo” e simplesmente ‘Ser’. Seguir carreira executiva, casar, ser ativista ou viajar pro Tibet numa jornada sabática em busca de si mesma sem prestar contas a ninguém.

Com voz para lutar pelo que deseja e muito mais acesso à informação, ela não se deixa mais oprimir por linhas de pensamentos machistas e patriarcais. Nem tão pouco por estereótipos publicitários. A mulher de hoje não tem medo do que “os outros” irão dizer dela; afinal, ela foi à luta e já até voltou.

Agora ela não tem mais medo de falar do que prefere – e, se, de novo, for cuidar de bicho, de filhos, de marido [ou da esposa], da casa, da carreira, das plantas, apenas de si mesma ou até cuidar do ‘Mundo Todo’ – ela já provou que pode; porque com a capacidade cognitiva e sensorial que possui, a mulher contemporânea tem como sua principal marca o empoderamento.

Ao contrário do comportamento anterior, a mulher deste século não tem mais medo nem de ser chamada de “Amélia” – companheira, amorosa, que valoriza sua família, curte cuidar de sua casa e daqueles que ama. Só que esta, ahhh, ela tem vaidade e em qualquer idade. É mulher que se ama, que se cuida…, mesmo que não consiga dinheiro ou tempo para ir ao salão, não terá preguiça de cuidar das suas unhas, cabelo, maquiagem e se manter linda – claro, se assim ela quiser: por favor, não force a barra!

Mas que os machistas não se enganem: “Bela, recatada e do lar” não cabem no vocabulário dela. A mulher atual não quer ser moldada. Não está nem aí para ser recatada em situações que lhe desagradem e o lar é apenas uma extensão de seu templo sagrado; e não mais uma imposição opressora.

Dentro de cada mulher atual há uma empreendedora que administra e operacionaliza qualquer coisa com seu espírito livre, desejo pelo conhecimento, sede de novas aventuras, liberdade criativa e inteligência. As mulheres de hoje em dia cumprem com maestria singular seu papel social, seja no trabalho, nas ONGs, nas faculdades e dentro de casa.

*Se você se identificou com esse comportamento independente, libertador, bem informado e de empoderamento feminino, que, como cereja do bolo, tem um toque vintage; dá uma olhada no Instagram da Sublime Rituais (@Sublime_Rituais) – a primeira caixinha de produtos de beleza naturais, veganos e orgânicos do Brasil. Cosméticos para mulheres modernas, inteligentes, bem informadas e conscientes.

Inscreva-se

Nossos colunistas

460 POSTS

Colunas

Artigos populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui