Prós e contras: 8 atividades para a sua aposentadoria

A aposentadoria é um marco importante na vida, significa o privilégio de contar uma longa história e inicia uma nova fase cheia de possibilidades. 

Para manter a saúde do corpo e do cérebro após a aposentadoria, é essencial adotar práticas que promovam bem-estar físico e mental, e você já pode começar a planejar a nova rotina desde já.

Na neurociência, sabemos que a maneira com a qual entendemos um acontecimento ou uma prática é capaz de modificar seus resultados. “Se minha interpretação da aposentadoria é de ficar entediado, ou sozinho, e que é o fim da vida e não tenho mais nada para fazer, o corpo e a motivação responderão dessa forma e há um grande risco da saúde se deteriorar rápido”, alertou a neurocientista do SUPERA – Ginástica para o Cérebro, Lívia Ciacci.

Interpretar a aposentadoria como uma nova fase em que posso colocar em prática coisas que gostaria de ter feito antes, mas não tinha tempo, e de reforçar os cuidados com o corpo e a mente é o primeiro passo para envelhecer de forma saudável.

Confira alguns prós e contras de atividades para o corpo e a mente:

1)     Palavras Cruzadas

Prós: é baratinho e diverte, fácil de fazer e dá para interagir com a família

Contras: como não oferece novidade, variedade e grau de desafio crescente, o cérebro se acostuma e o estímulo deixa de colaborar diretamente para a construção de reserva cognitiva, que pode ser vista como uma espécie de “poupança cerebral” acumulada ao longo da vida, proporcionando proteção contra os efeitos negativos de doenças ou danos cerebrais.

2)     Exercícios físicos

Prós: melhoria da saúde cardiovascular, controle de peso, melhoria das doenças crônicas metabólicas (como a diabetes), aumento da força e resistência muscular, redução do estresse e ansiedade, melhoria da saúde mental, aumento da longevidade.

Contras: não tem contras! Apenas tenha cuidado caso seja sedentário e vá começar as atividades após os 60 anos, busque apoio profissional de um personal ou fisioterapeuta no início.

3)     Aprender um idioma

Prós: Melhoria das habilidades cognitivas, enriquecimento cultural, aumento da autoconfiança.

Contras: é verdade que o cérebro mais jovem está mais aberto a aprender algo novo e isso pode oferecer algum nível de dificuldade, principalmente se você não exercita o seu cérebro corretamente, mas basta insistir, pois é possível aprender em todas as faixas etárias.

4)     Atividades sociais

Prós: Manter conexões sociais é muito importante. Participar de grupos, se envolver em atividades comunitárias, ou até mesmo se voluntariar proporcionam benefícios significativos para a saúde mental, melhoria da flexibilidade cognitiva, enriquecimento cultural, aumento da autoconfiança e autonomia.

Contras: não tem contras! Apenas esteja atento se o grupo escolhido favorece relacionamentos respeitosos e saudáveis.

5)     Estudar música

Prós: é uma das atividades mais estimulantes para o cérebro, sendo capaz de resgatar memórias e emoções.

Contras: pode exigir um investimento financeiro maior.

6)     Aprender receitas saudáveis

Prós: uma dieta equilibrada, rica em nutrientes, é essencial para a saúde do corpo e do cérebro. Que tal aprender uma nova receita por semana, utilizando apenas alimentos frescos, frutas, legumes, proteínas magras e cereais?

Contras: não tem contras, e ainda dá para fazer uma caminhada enquanto escolhe os produtos na feira.

7)     Atividades manuais

Prós: pintura, artes plásticas, bordados, esculturas e todo tipo de artesanato são excelentes estratégias para manter a coordenação motora fina e exercitar o raciocínio e a criatividade.

Contras: não tem contras, e ainda dá para fazer amigos e uma graninha extra.

8)     Exercitar o cérebro

Prós: imagina juntar todos os benefícios das atividades acima em um lugar só? Com aulas semanais de ginástica para o cérebro é possível se divertir, trabalhar a coordenação motora e a atenção focada no ábaco além de exercitar o raciocínio com os desafios de lógica, interagir e fazer amigos com os jogos, debates e comemorações.

Contras: não tem contra indicação. A ginástica para o cérebro ajuda contribui diretamente para a formação de reserva cogntiiva o que também é um fator de prevenção para demências, como a Doença de Alzheimer.

Fonte: Supera

Inscreva-se

Nossos colunistas

460 POSTS

Colunas

Artigos populares

Pousada Encantos de Socorro se prepara para o Festival de Inverno e Festas de Agosto

A Pousada Encantos de Socorro, localizada na Estância Hidromineral de Socorro,...

Seja jurado internacional de vinho por um dia

Ser jurado internacional de vinhos é uma experiência única...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui